27/10/2016

Congresso Todos Juntos Contra o Câncer conta com depoimento de cliente Cryopraxis

Armazenamento de células-tronco do sangue do cordão umbilical foi um dos temas abordados no Congresso.

“Um evento como esse deixa claro que estamos no caminho certo”. Foi com essa frase que o Diretor-médico da Cryopraxis, Dr. Alberto d´Áuria, resumiu a sua ida ao painel sobre armazenamento privado de células-tronco do sangue do cordão umbilical, um dos temas do 3º Congresso Brasileiro Todos Juntos Contra o Câncer da ABRALE – Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia, que aconteceu no final de setembro.

Mediado pelo jornalista Heródoto Barbeiro, o encontro reuniu o hematologista Milton Arthur Ruiz e a pesquisadora Primavera Borelli, que abordaram a utilidade das células-tronco no transplante e seu potencial terapêutico, além da ética no relacionamento com a sociedade. Roberto Waddington, presidente da ABBCT, falou sobre o setor de armazenamento de células-tronco. A mãe de um paciente de leucemia transplantado, cliente da Cryopraxis, também participou da mesa para dar o seu depoimento. “Ela foi muito generosa em dividir tudo o que viveu no esforço de que o filho recebesse tratamento adequado. Ela falou sobre o alívio que sentiu por conseguir que o filho fosse tratado com as células-tronco da outra filha dela, que estavam armazenadas na Cryopraxis e eram compatíveis com a do irmão. Hoje o filho está no primeiro ano de medicina e ela revelou, orgulhosa, que o menino escolheu essa profissão por conta da experiência que viveu”, relatou Dr. Alberto, que acompanhou o depoimento.

Para o Diretor-médico da Cryopraxis, esse tipo de depoimento faz cada vez mais sentido. “Há dez anos atrás, uma fala como a dessa mãe não faria tanto sentido como faz agora. Ainda temos muito o que aprender, mas já está claro que a medicina regenerativa é a medicina desse novo milênio. Portanto, é inquestionável que, quem tem células-tronco do sangue do cordão umbilical armazenadas, está inserido em uma terapia que pode trazer benefícios lá na frente”, afirma.