fbpx

6 Vitaminas e minerais fundamentais na gravidez

Vitaminas e Minerais fundamentais na gravidez

Durante a gravidez, a mulher deve adotar hábitos saudáveis para a sua saúde e para a boa formação do feto. Um dos hábitos essenciais nesta fase é ter uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes. O consumo de vitaminas e minerais garante uma boa formação da estrutura física e cerebral do bebê dentro da barriga, além de prevenir doenças na gestante, como anemia e diabetes, comuns no período de gravidez segundo o Ministério da Saúde. Conheça neste post 6 vitaminas e minerais fundamentais na gravidez:

Ácido Fólico:

O ácido fólico, também conhecido como vitamina B9, é uma das vitaminas indispensáveis para o bebê nos primeiros meses de gestação. E não é à toa. Isto porque a vitamina é responsável pela formação do tubo neural do bebê. Este dá origem ao cérebro e a medula espinhal do feto no primeiro mês de gestação, período mais crítico para malformações decorrentes de baixa ingestão de vitaminas e minerais fundamentais na gravidez.

Cálcio:

Este mineral é responsável pela formação do esqueleto do bebê, fortalecendo ossos e seus futuros dentes, na contração muscular do feto e na transmissão de impulsos nervosos.

Em casos que o feto não recebe a quantidade necessária de cálcio para se desenvolver, o mesmo pega o mineral dos ossos e dentes da mãe para suprir suas carências. Cãibras, cáries e unhas quebradiças são algumas das decorrências da falta deste nutriente na grávida.

Vitamina B6:

Os enjoos e náuseas são muito comuns na gravidez, mas podem ser menos incidentes com o consumo da vitamina B6. A mesma também ajuda no desenvolvimento do sistema nervoso do bebê.

Vitamina D:

Aumenta a importância da ingestão da vitamina D na gravidez. Isto porque, a mesma oferece uma proteção para a bolsa amniótica e para a placenta, reduzindo risco de ruptura da bolsa e de insuficiência placentária no último trimestre.

O sol é a principal forma de sintetizar a vitamina D no corpo. Vale lembrar que o indicado é tomar sol nos horários adequados, antes das 10 horas e depois das 16 horas, para evitar o câncer de pele.

Ferro:

Antes mesmo de engravidar, seu corpo precisa de ferro para realizar uma série de funções, como a produção de hemoglobina (proteína do sangue que ajuda a carregar oxigênio para as células do corpo) e a manutenção de um sistema imunológico saudável.

A quantidade de sangue do seu corpo aumenta em até 50% durante a gestação, logo existe a necessidade de aumentar a ingestão de ferro para produzir mais hemoglobina.

Zinco:

O Zinco é o mineral que ajuda no desenvolvimento neurológico e cognitivo do bebê. A falta dele pode retardar o crescimento e a formação de neurônios. A manutenção do sistema imunológico e rápida cicatrização de lesões da gestante também está associada a ingestão de zinco.

Como visto no blog post, a ingestão de vitaminas e minerais fundamentais na gravidez é indispensável para o desenvolvimento saudável do embrião e para manter a saúde da mãe em dia. E estes minerais e vitaminas devem permanecer na alimentação da mamãe depois do parto para que os pequenos tenham, desde cedo, um paladar apurado.

 

Referências: Revista Crescer e Ministério da Saúde